Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Convidado Ilustre (nem tanto...)

Hoje quem vai fazer as honras no blog é um amigão que fiz nessa caminhada fuçando blogs...
Gaúcho da Gema, gremista roxo, mas é meu amigo ainda assim. Depois desse texto, espero que ele mantenha a concorrencia distante e respeite o contrato de exclusividade que assinou com o blog. E também fiquei sabendo que ele gosta de ficar mostrando a bunda pra mulerada...
Cuidado mundo, pois Geufer Abelardo está na área!!!!
 
 
 
Que beleza....Railander foi assassinado por uma mulher vingativa e eu herdei o blog...uhullll..
 
Brincadeira, na real, ele deixou eu fazer um post (mas isso não quer dizer que vou perdoar aquela divida de 25 reais viu)..
 
Bom, eu não sei sobre o que escrever (no meu contrato disse que preciso fazer um post de 97 linhas), por isso vou contar uma história pra vocês..
 
Era uma vez uma menininha que tinha cachinhos dourados e....brincadeira...Pra falar a verdade eu tenho uma duvida. Quem aqui nunca teve aquela dor de barriga monstruosa súbita, mas dor de barriga mesmo, onde parecia que sua bunda iria explodir e você se cagaria todo(a)?
 
Todo mundo já teve isso, e o pior é como as coisas acontecem, que nos deixam aquelas histórias engraçadas, mas que temos vergonha de revelar para o mundo..Eu tenho várias dessas histórias (sim, jah tive vários cagotes), mas lembro muito bem de uma que eu pensei que fosse morrer, de tanta dor...Nunca fiz um parto, mas acho que a dor daquele dia pode ser comparada a tal.
                                                                                                                               
Tava eu, bem belo, esperando pra educação física (que naquele ano era a tarde), quando senti uma vibração estranha na barriga. Pultz, na hora eu senti a maldade e vi que eu devia correr prum banheiro logo. Mas pensei né, aqui no ginásio eu não posso ir, primeiro porque normalmente não tem papel nos banheiros, e também porque alguém podia passar pelo banheiro, ver o estrago e ficar zuando.
Então, eu “espertamente” ligo pro meu pai (que trabalhava a 3 quadras do colégio) e peço se ele podia me levar pra casa (eu achava que podia aguentar até lá...tsc tsc tsc). Liguei, mas como é normal nessas situaçoes de aperto, meu pai estava em outra ligaçao e demorou uns 3 minutos pra atender (3 minutos que pareceram uma eternidade, diga-se de passagem)..Mas tá né, ele atendeu, e pra minha sorte falou que era só eu ir até lá que ele me levava.
Peguei minhas coisas, e sai.Fui andando rapidinho, num passo acelerado, mas claro, me cuidando pra não me soltar muito, pois eu tava a perigo né (eu parecia corredor de marcha atlética).
Mas daí, no primeiro cruzamento, pego a sinaleira fechada (PQP), sério mesmo, a dor estava suportável até aquela hora. Parece que a sinaleira fechou de propósito, querendo que eu me borrasse todo ali, na esquina. A partir daquele momento tomei uma decisão (uma das mais sábias da minha vida). CORRER!!
Pura verdade, pois ou eu corria me segurando até a firma, do jeito que dava, ou eu fazia ali mesmo. E resolvi correr. Quando a sinaleira abriu, eu parecia até maratonista na São Silvestre (me senti o próprio Paul Tergat), nunca corri tanto na minha vida. Tava indu tudo bem, até que... Mais uma sinaleira! Pô, porque raios elas me perseguiam naquele dia e insistiam em quebrar o ritmo da minha maratona individual?
Só sei que a dor era tanta nessa fase que por um breve momento eu pensei em parar, fazer nas calças mesmo, e limpar o estrago depois. Eu juro, nunca senti tamanha dor na minha vida. Não sei daonde tirei forças (acho que é porque sou brasileiro e não desisto nunca), mas resolvi aguentar. Quando a sinaleira abriu, fui de novo, na minha incansável busca pela privada de ouro.
Faltava uma quadra só, mas não quer dizer que seria a mais fácil de todas. Faltando uns 80 metros pra chegar na firma, eu olho pra frente e quem eu vejo?...Dois amigos vindo em minha direção...Ahhhh não...Hoje eu não pararia pra conversar, eles foram já me comprimentando de longe, e eu, sem diminuir o passo fui gritando: “E aê, blz?To atrasado.Falou!”. Passei por eles era um jato. Daí, faltando alguns metro pra chegar na porta da firma, resolvi caminhar né, pois quem trabalha lá são meus tios, e outros caras que eu frequentemente fico zuando (ou vice-versa), e se eu entrasse na corrida e fosse direto por banheiro (decidi não ir mais até em casa, pois não daria) eles não perdoariam. Aí cheguei, caminhando com as pernas duras, quase sem movimentar elas, me segurando tudo, e fui entrando. Nem olhei muito pros lados, pra ninguém tentar me parar pra conversar. E fui no miudinho, até os fundos da firma onde ficava o banheiro (e rezando para que meu pai não me chamasse pra me levar).
Fui indu, por sorte ninguém me chamou, até que cheguei na porta da esperança...Estava aberta, graças a Deus não estava ocupado. Foi então que entrei, fechei a porta e... e...e...
Por mais que os queridos leitores desejem o meu mal, vou estragar a alegria de vocês. Eu não me caguei não....Cheguei a tempo e me aliviei...Mas foi por pouco viu...Igual aquela vez nunca mais!!
Viajado por Railander Uóston às 10:58
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Saulo a 7 de Janeiro de 2008 às 12:09
Espera... isso é uma suruba??? Hahahahaha, não resisti, foi mal.

Mas que isso rapaz! Como se algum leitor fosse desejar seu mal aqui... tá, isso foi falso. Bem que essa porta podia estar trancada né? Huahuahuahua


De Bridget Jones a 7 de Janeiro de 2008 às 12:42
Lendo seu post, chego a uma conclusão muito acertada: Só tem doidinho neste mundo de Deus e a normalidade é anormal!

Super engraçado, mas são coisas "normais" que pelo visto acontecem com uma certa frequencia em sua vida não é mesmo Doutor Abelardo????

Beijo grande.


De Mari a 9 de Janeiro de 2008 às 11:50
Nossa, tinha que ser quem??
Bem a cara do Abelardo mesmo!kkkkkkkk
Bjos


De Doctor Mad a 28 de Janeiro de 2008 às 13:01
Só me explica uma coisa: o banheiro do colégio é tão porco assim, a ponto de tu querer se mandar pra casa na hora do aperto? Tudo não seria mais fácil se tu chegasse no tiozinho da faxina e, pela módica soma de 2 reáus, pedisse pra ele liberar o banheiro VIP?


Dê o seu pitaco

.Mesa de Buteco!

.Fale com o Railander

e-mail / MSN: papodebuteco@hotmail.com
MSN Online Status Indicator

.Ficha do bebum

.Nem lembro mais...

.Cardápio

. butecos

. fatos do cotidiano

. joselito

. papo de buteco

. papo mole

. personagens

. todas as tags

.Últimos delírios

. Falem bem, ou falem mal.....

. 1, 2, 3, som, som, som...

. Novo Colaborador

. De volta ao batente... ma...

. Noticia Importante!!!

. Façam o que eu falo, não ...

. Mea Culpa

. Barbeiros

. Novidades... nenhuma!

. Fechado para balanço!

.Bebuns

.De onde vêm os bebuns?

Put a Pin on the Map Assine meu livro de visitas!!
Seja visto por todos
Add to Technorati Favorites
BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
RSS