Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

A primeira vez de um homem!!!

Hoje a conversa vai ser sobre um fato marcante da minha vida!!! A minha primeira paquera!!

Tá, eu sei que parece papo de viado, mas é que esse texto ja tava pronto e vai isso mesmo...

Desde quando pinguço acha ruim de ler? Tem que achar ruim da garrafa estar no fim, isso sim!

 

La vai!

 

Devia ter por volta dos meus 12 ou 13 anos... criança inocente de tudo (naquela época).
Antigamente (uns 20 anos atrás) era comum meu pai reunir-se com os colegas de colegial, para comemorarem 10, 15, 20 anos de formatura com todos da sala. Ou simplesmente se juntavam em algum clube e faziam um belo churrasco com a "galerinha".
Confesso que aquilo era um porre (naquela época era um pé no saco mesmo). Era apenas uma daquelas reuniões chatas com aquele monte de adulto e eu mais um ou outro perdidos na bagunça.
Mas fazia questão de me levar todas as vezes. Talvez para mudar um pouco do assunto corriqueiro de causas, petições, julgamentos, ou qualquer outra coisa que um bando de advogados fala quando junta.
Mas algo naquele dia mudaria a minha vida, de pensar que não queria ir, tenho calafrios intensos. Havia algo diferente desde o começo do dia, enquanto ia para a escola, ouvi meu pai conversar animadamente ao telefone, e ele estava muito feliz, de fato.
Quando chegamos ao clube, era quase noite, um fim de tarde de janeiro. Havia alguém diferente lá no meio. Para meu espanto, meu pai dá um berro, algo como um grito de guerra e o cabra dá um abraço caloroso nele. Sinceramente, tendo um pai japones, não estava muito acostumado a aquilo (pense num cabra duro na queda).
Ele me apresenta a um velho amigo, o melhor amigo dele nos tempos de colegial. E o abestado (eu) lá, sem entender nada. E a famosa frase... "Como cresceu o moleque!" A minha princesa já está uma mocinha também. Tem 15 anos! E quando vira-se para trás, chama a princesa dele e aparece uma... princesa!!!!!! Não tinha noção do acontecido... de repente as pernas amoleceram, a boca secou, a mão parecia uma bica de suor... e ela me cumprimenta com um beijo na face.
Para quem estava acostumado com o beijo de boa noite da mãe e nada além disso, foi um choque (quase jurei na hora nunca mais lavar o rosto).
Passado a vexame da formalidade, a crise de riso do meu pai, ao me ver mais vermelho que boca de vedete, ele manda eu mostrar o clube para aquela deusa adolescente. Explicando: para mim, se existe a mulher perfeita, ela é mestiça de japones com alemã. E ela é a causa disso. Simplesmente linda.
Antes que eu pudesse dizer algo, algo me puxou pela mão em direção a porta, não sem antes meu rosto esquentar e escutar uma nova crise de gargalhada, vindo de sabemos quem.
Mostrei a ela o clube, ou melhor, fui falando sobre o que era, enquanto era arrastado por ela. Só paramos quando ela sentou-se na grama e me convidou batendo a mão na grama, ao lado dela. Mais sem jeito que pai de primeira viagem segurando a cria, sentei... a 1 METRO dela. Quando olhei o horizonte, vi algo que somente os abestados de plantão enxergam: um pôr do sol de cinema. Quando me dei conta, ela estava me puxando pra junto dela e colocando a cabeça em meu ombro.
Ficamos um bom tempo quietos, quando de repente ouço: "gosto de você!".
Mas como? Em questão de horas, como pode uma pessoa te dizer isso? Obviamente perguntei: "Porque diz isso?". Recebi a resposta mais sincera que ja ouvi: "é fácil gostar de você, é timido, tem um ar inocente que os garotos da minha idade não

tem mais". Nem preciso dizer o que aconteceu depois. NADA!!!!!
Talvez a falta de malícia, ou a tão falada inocência tenha impedido algo mais caliente.
Depois disso, jantamos, conversamos mais um pouco (dessa vez, mais juntinhos), e na despedida, ganhei meu primeiro selinho!
Nesse dia, não consegui dormir e ainda tive que ouvir piadas de todo mundo... que dessem risada da minha cara, mas quem se deu bem naquele dia fui eu!

música: Eye in the Sky - Noa
Cardápio:
Viajado por Railander Uóston às 13:26
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De DôeDinha a 2 de Outubro de 2007 às 14:52
Uóóóó... Meu xodó! Eita lugarzinho animado, heim?! ô butequinho bom da gôta serena!!! "E nessa casa tem goteira, pinga nim mim, pinga nim mim!" Tudo muito limpinho, os garçons muito alegres e simpáticos, tem até ovo amarelo, vejam só... Ahahahahahahahahaha

Que coisinha tão doce tua primeira vez, meu santinho! ôÔÔ dó... Olhe só começou com um ombrinho, tô besta!!! Depois aconcheguinho, abracinho apertinho e... Nada... Ahahahahahahahahahaha

Ôxente! Te ajeita, sujeita! Que teve selinho...

Hoje eu vou de caipiruva, visse?! Manda uma aí pra mim...

Já disse hoje, que te adoro?! Ôxiiiiiii DEMAIS!!!

Cheirinho



De Railander Uóston a 2 de Outubro de 2007 às 21:39
Rs... saindo uma pinga pura no capricho pra Dôida!!!!

É... o trauma do ombro é antigo... rs


De Primeira Lady Newton a 2 de Outubro de 2007 às 15:31
Ai gatchinho! Que histórinha mais lindinha! Uma gatchinha linda, phynna e italianinha de Milano despertando o primeiro interesse sexual-amoroso-diplomatico-casual deste menino tão gentil e atractive!

Fiquei toa emocionadinha aqui, viu? Muito franca? Até chorei com o casinho! E vc descreve de uma maneira tão rica, milionária, nipo-italiana que dá vontade de morder! Coisa phynna! LUXO!

FIRST LOVE RULES


De Ilustre Pinguço a 2 de Outubro de 2007 às 20:20
Ôoooh, mas esse Jaspion me surpreende...
Esse texto é lindo,escrito de uma forma simples..
Sem palavras.....
(pegando um lenço)
First love é pra recordar,guardar com carinho, pois é uma coisa máaagica...
Lindo,lindo,lindo..
Adorei!!
Bjx


De Railander Uóston a 2 de Outubro de 2007 às 21:48
Miletss
Confesso que ainda hoje esse marmanjo que vos escreve comete algumas gafes em relação ao campo da paquera. Nada Sério. rs... puxa uma cadeira e toma a saideira!!!


De Railander Uóston a 2 de Outubro de 2007 às 21:46
Lady
Morder pode, só não arranca pedaço, que senão a patroa me dá as contas. Lenço Prada? Victoria Secrets!? Digna dos melhores butecos!


De Milets a 2 de Outubro de 2007 às 20:22
Ps: esse tal Ilustre pinguço, sou EUZINHA AKI...
Mas eu não sou pinguça. rsrsrsrsrs


De Creuzinha a 2 de Outubro de 2007 às 20:55
Hahahaha, que lindo japa-man!

" Sinceramente, tendo um pai japones..." Lendo isso me parece que vc é um afro-descentente com um pai japonês, rs

Nao sei pq eu nao me surpreendo com essa história, hehe

Beijos


De Railander Uóston a 2 de Outubro de 2007 às 21:49
hehehehehe... vc não se supreende??? sabe que eu me acostumei com essas vaciladas?? Mas o que é pra ser, um dia será.


De Mari a 4 de Outubro de 2007 às 21:14
Se continuar com historias bonitinhas assim eu paro de ler, só de raiva(inveja)!!rsrs
Bjos Marcoco!!


Dê o seu pitaco

.Mesa de Buteco!

.Fale com o Railander

e-mail / MSN: papodebuteco@hotmail.com
MSN Online Status Indicator

.Ficha do bebum

.Nem lembro mais...

.Cardápio

. butecos

. fatos do cotidiano

. joselito

. papo de buteco

. papo mole

. personagens

. todas as tags

.Últimos delírios

. Falem bem, ou falem mal.....

. 1, 2, 3, som, som, som...

. Novo Colaborador

. De volta ao batente... ma...

. Noticia Importante!!!

. Façam o que eu falo, não ...

. Mea Culpa

. Barbeiros

. Novidades... nenhuma!

. Fechado para balanço!

.Bebuns

.De onde vêm os bebuns?

Put a Pin on the Map Assine meu livro de visitas!!
Seja visto por todos
Add to Technorati Favorites
BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
RSS